Nova Armadura Templária – A lenda é verdadeira!

Entre outras coisas, o Antigomobilismo nos trás conhecimento, muitas vezes fruto do ímpeto insaciável da nossa curiosidade. Buscamos saber como eram as décadas anteriores, quais as modas e costumes, buscamos conhecer a nossa história.

Quantos antigomobilistas de carteirinha e paixão não se viram horas na frente do computador pesquisando sobre determinado veículo e sua história. Coleções de revistas e publicações não têm mais espaço na estante. E assim vamos formando uma verdadeira biblioteca de conhecimentos em nossas mentes, a disposição para pesquisas (mais rápidas que as do Google) que tanto alimentam os bate-papos entre amigos. Antigomobilista, em geral, é um ser conversador.

Eis que entre muitas conversas, chega à informação de um veículo de fibra “abandonado” numa garagem por muitos anos. Mais uma vez a curiosidade foi elemento motriz para a busca pelo conhecimento. Precisávamos saber, ver, comprovar se a lenda era verdadeira.

Em pouco tempo, informações sobre o local onde estava o veículo e algumas suposições levantadas; “-Parecia um Escort com dianteira modificada” e nossa busca rápida estava confusa. Com um pouco mais de conversa, conseguimos os contatos do proprietário e após alguns dias conseguimos entrar no ambiente e checar de perto.

No canto da casa estava o motivo da busca, todo desmontado e não reconhecemos a primeira vista, somente após montarmos o para choque dianteiro e disparos de memória das noites a frente do computador vieram, lá estava um raro L’Automobile Ventura clamando por ser resgatado.

O Ventura foi um veículo produzido entre 1978 e 1992, com pouquíssimas unidades, com design com base na carroceria do Volkswagem SP-2. Utiliza do Sp-2 também todos os vidros e quadro de porta, além de outros componentes. Plataforma de Brasilia, motor boxer plano da Variant, mesclando ainda com elementos de Dodge e Alfa, sendo referência em luxo e bom gosto na sua época.

Logo, fomos informados que ele era ano 1980 e estava disponível a venda.

Não hesitamos… Efetuamos o resgate e estamos devorando informações sobre o veículo, enquanto que o mesmo aguarda que chegue a sua vez na fila da restauração na sede dos Templários do Asfalto.

O carro, ou melhor, a nova armadura da ordem voltará aos seus tempos áureos que o fez sensação, conseguindo respeito e espaço nos Estados Unidos, Alemanha e Argentina, países que fora exportado.

Nessa missão templária, compartilharemos todos os dados coletados, percebemos que há pouquíssima literatura sobre o ventura, existem pontos que são divergentes até entre os antigomobilistas, então contamos com a ajuda de todos para resgatar parte da história de um dos grandes esportivos brasileiro.

Saudações Cordiais

Cav. Barão de Sales
Cav. Conde de Monterrey
Apr. Queruba

 

3 Comments:
Francisco Neto says:

Eita que esse vai sair melhor que a encomenda! Vai ser muito legal acompanhar a saga deste exemplar! A busca pelas peças de acabamento, faróis, lanternas, frisos e etc!

Tão legal quanto ver o carro pronto, é acompanhar o veículo tomar forma! Força e sorte aos amigos Templários!

Este carro não poderia estar em melhores mãos!

Abraços!

Saudações nobre Aprendiz Francisco!

Agradecemos por você sempre acompanhar a ordem, com toda certeza surgirão bons frutos dessa restauração e contamos com a sua ajuda!

A Ordem.

Me inspiro muito na CORAGEM TEMPLÁRIA… Não é para qualquer um resgatar essa raridade!

As rodas são lindíssimas e até seu estilo lembra muito o da consagrada “máquina do tempo” o DELOREAN.

PARABÉNS!!! 😀

Top! Templários do Asfalto Created by Dream-Theme — premium wordpress themes.