2º Circuito dos Fortes, um domingo tranquilo e divertido!

A previsão do tempo indicava que talvez chovesse um pouco e o sol não fosse partícipe de um tranquilo dia de domingo, mas ao contrário do que prevíamos, o dia 26/05/2013 foi recheado de muito calor: tanto do sol, quanto dos amigos presentes e principalmente dos motores refrigerados a ar e água!

O 2º Circuito dos Fortes, foi mais um divertido encontro de entusiastas da linha VW a AR, organizado pelos Cangaceiros VW’s de Pernambuco. Contou com a presença dos Amigos do Fusca de Igarassu (PE), Clube do Fusca da Paraíba, dos Templários do Asfalto e da presença ilustre de um dos Fundadores do Clube do Fusca de Blumenau, Allan Jurk que estando a passeio com a namorada Pernambucana, presenteou os Cangaceiros com 01 camiseta e um Banner do 15º Encontro Sul Brasileiro de Fuscas, em Blumenau. Juntaram-se ao comboio já no 1º ponto: Forte Orange, mas antes vamos ao início.

A concentração se deu por volta das 09h no Sítio Histórico de Igarassu, palco este já conhecido dos vídeos Templários.  (Reveja o vídeo) Lá, aguardamos a chegada dos integrantes daquele que foi um comboio bem servido de cores, estilos e motores. Após um briefing, os Cangaceiros agradeceram a presença dos presentes, e nos direcionaram ao primeiro ponto deste passeio: Forte Orange. Mais um local onde os Templários do Asfalto marcaram presença no 1º Encontro de Pumas e Carros Antigos de PE  em Setembro passado.

A carreata seguiu em direção ao Forte Orange para lá confraternizamos num abençoado e saboroso almoço, que foi servido a sombra de muitas árvores e na companhia simpática da Dona Ana, responsável por uma das várias tendas da comedoria típica da Ilha de Itamaracá. Muitas conversas, risadas e interação marcaram o almoço antes de seguirmos viagem rumo aos outros pontos do roteiro.

Muitas fotos e descontração também descreviam aquele estacionamento repleto de Fuscas, um Opala, um Gol BX  e um VW que certamente fará as honras de sua apresentação em breve aqui no Blog. (Golf de Pérlhio)

No caminho, por algumas vezes o comboio foi se dilatando, seja por um abastecimento de combustível, seja por um reparo de emergência, mas sempre estávamos juntos compartilhando a nossa alegria com as pessoas que literalmente paravam e contemplavam aquele conjunto de carros simpáticos e coloridos. Foi muito gostoso poder ver nas pessoas que passavam por nossas janelas, um breve momento de nostalgia, lembranças, citações de “Eu tive um carro desses”, “Me lembra o carro do meu pai, do meu avô” por assim dizer.

Pensando no conforto dos amigos que vieram de longe (para não retornarem tão tarde da noite às suas residências), tanto quanto os outros amigos, os Cangaceiros decidiram pular 02 pontos do trajeto, devido ao horário vespertino estar muito apertado. Antecipando o encerramento, chegamos ao Forte do Brum. Esta edificação estampa a camisa do passeio, e abriga um amplo espaço para os veículos estacionarem à frente do Forte e complementarem a paisagem e o momento. De lá, ainda tentamos passar pelo Recife Antigo, para enriquecer com os veículos presentes, um encontro de Carros Antigos que lá acontecia, mas devido ao horário era preciso ter chegado mais cedo. Sabendo disso, alguns integrantes, por terem outras obrigações, agradeceram a companhia, o passeio, e seguiram caminho.

Logo, fomos à casa do amigo Ricardo Carvalho, que detinha uma peça para o carburador do Fusca 1300 ano 1962 do amigo Miguel. Todo este trajeto sempre na companhia do Cavaleiro Wagax e do Cavaleiro Temper. E como numa roda de entusiastas nunca faltam conversas, acabamos por estender o encontro por mais uma hora, até que finalmente nos despedimos e tomamos o rumo de casa.

Todos os amigos presentes se sentiram bem acolhidos, bem recebidos e denotaram através de seus sorrisos, a satisfação de passar um domingo diferente à bordo dessas máquinas que cada dia mais procuram ser preservadas e cultuadas entre entusiastas e o meio antigomobilista. O passeio apesar de curto, foi produtivo e rendeu muitas histórias. São momentos como esse que fazem valer a pena a dedicação e o cuidado ao elaborar um evento, um passeio, um encontro. É disso que precisamos e é isso que propagamos. O melhor de tudo, é sempre o pé na estrada.

Até a próxima!

Texto:  Apr. Franciso

Fotos: Cav. Wagax (Wagner Xavier)

2 Comments:
Anderson D. de Oliveira says:

Perfeito, pena não poder ir, mas sei que os amigos e companheiros foram muito bem recebidos por Francisco e cia. Salve Cangaceiros, Salve Templários.

Muito Legal o evento! Ficou com gosto de quero mais!!

Top! Templários do Asfalto Created by Dream-Theme — premium wordpress themes.